Uma melhor consciência

Nós e a nossa ínfima capacidade para tocar negativamente tudo o que nos rodeia, tudo o que mais devíamos preservar, ou pelo menos manter. Vivemos num calhau onde os oceanos em muitos locais, mais se assemelham a lixeiras, onde a mais pequena extensão de mata ou bosque, se encontra carregada de entulho, onde até no mais pequeno buraco, longe de tudo, se encontram restos de um qualquer plástico laranja.

Como seres, temos a criatividade para produzir coisas boas, sejam elas bens materiais que diretamente nos influenciam o dia-a-dia, arte no geral, livros, pensamentos, até mesmo musica, como por exemplo o concerto para violoncelo de Bach, muito provavelmente a coisa mais bonita que o homem teve o engenho para criar, mas ao mesmo tempo comprometemos o nosso futuro enquanto seres conscientes que somos.

Nuno CabritaComment