Las Grullas de Madrigalejo

Julgo que me é  conhecida a aversão que tenho em fotografar sistematicamente os mesmos locais, objetos e situações, fujo assim e sempre em ritmo apressado de uma eventual repetição e preguiça mental . Todos os anos faço uma “check list” de locais e animais que quero fotografar, basicamente um como, onde e quando, que no entanto muitas vezes não é respeitado. Não fico agarrado à dita “lista de desejos”, não, muito pelo contrario, sempre que me surge um oportunidade agarro e isto é exemplo de tal.

Se tivesse que descrever telegraficamente esta saída, julgo que se aproximaria bastante de - Alguma preparação e trabalho de casa, uns quantos Kns, boa companhia, um pneu furado, 21 abetardas, alguns telefonemas para meter veneno e outros tantos para saber se em casa estava tudo bem com as minhas mulheres, grous, grous e mais grous, mas perto apenas pardais, abibes e cegonhas, um amanhecer fabuloso e uma dormida com uma lua gigante, tenho que lá voltar mais cedo para o ano.

Não posso de forma alguma dizer que tenha ficado satisfeito, no sentido fotográfico entenda-se, porque do outro, apanhei uma barrigada de boa disposição, contava ter os bichos mais perto mas tal não aconteceu, ou estavam longe ou quando nos aproximávamos eles debandavam,  passei grande parte do tempo a 900mm e mesmo assim muito raramente conseguia qualquer coisa, bom tenho mesmo que lá volta para o ano.

Nuno CabritaComment